10.11.16

logica do amor

Às vezes me perguntam por que as minhas relações de amor sempre dão certo. É muito simples: eu jamais me relaciono com pessoas ciumentas. O ciúme é a primeira fonte da desgraça. E eu não apenas vivo as minhas relações de amor: eu também as analiso. Eu me questiono sobre elas, a partir de dentro delas mesmas — entusiasmado com suas tramas e coivaras, com seus mistérios e caminhos. Com seus múltiplos encantos e extremas gostosuras. Eu me entusiasmo até mesmo com suas maravilhosas redundâncias, com suas doces contradições, e com todas as possibilidades abertas dos vários fins que se aproximam. E eu vejo o fim da relação apenas como um prenúncio de novidades, não como sinal de catástrofe. Só o que está morto não muda.

2 comentários:

Edson Marques disse...


Sempre dão certo!
Sempre.

http://mude.blogspot.com.br/2016/11/logica-do-amor.html

Ana Moog disse...

Maturidade acredito. Mas seguramento o ciúme corrompe. Li ainda a pouco sobre o filho de Clarice e seu poema.... Ainda me choco com a falta de escrúpulos das pessoas. A palavra vem antes de tudo. Adoro o jeito que tu te expressas.