1.4.16

Minha Mae me abriu

Grávida de Mim é como sinto hoje a minha Mãe ao meio-dia. Pirilampo de si mesma, ela então me dá a luz em conta-gotas, amorosa, insistente. Em seguida eu me torno cachoeira luminosa, fascinante — e me derramo em seu colo aos borbotões. Nosso Amor é líquido, Mãe. Sinuoso. Delicado. Ultrapassante.

Um comentário:

Edson Marques disse...


Minha Mãe me abriu.

http://mude.blogspot.com.br/2016/04/minha-mae-me-abriu.html

Viva Minha Mãe!