12.9.13

olimpo

Tenho vontade de reunir esses deliciosos loucos e loucas, esses santos e santas que eu amo e amei, essas deusas e musas que já conheci e outras que ainda conhecerei, convidá-los a subir num barco, enorme — um navio, transatlântico — levá-los todos para uma ilha luminosa, deserta e grega, e viver com eles para o resto das nossas vidas. Em liberdade absoluta. Falando todas as línguas, amando de todas as formas livres, bebendo de todos os vinhos, rezando a todos os deuses... A vida seria uma festa interminável! Viveríamos dançando todas as danças, ouvindo todas as músicas, escrevendo belíssimas poesias de amor, plantando flores e colhendo estrelas, tomando sol, sorrindo e gargalhando. E transando com a própria Vida — todo dia, o dia todo.

4 comentários:

Edson Marques disse...

Eu só quero mesmo é te fazer pensar.
Contra ou a favor ao que proponho — não importa.
Mas, pensar.


http://mude.blogspot.com.br/2013/09/olimpo.html

É a vida!

sonia k. disse...

Amado amigo, desta forma a vida seria o paraíso instalado. Plantar flores e colher estrelas é um sonho.
Dançar todas as músicas, beber todos os vinhos, rezar para todos os deuses..... Transar com a vida procriando vidas e vidas e nunca, jamais sentir o tempo passar.
Vou guardar esses sonhos para meus momentos de meditação. E vou entrar em órbita com a imaginação que sempre me é presente.
Dia desses talvez lhe conte tudo o que sonhei ao fechar os olhos rsrs



ATIRANDO PRATOS PELA JANELA disse...

Bons sonhos.
Bom passear por aqui.

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Gostei das postagens aqui em seu blog. Um belo fim de semana...