12.4.13

jesus mestre zen

Quando uma pessoa normal fala em morte, ela está se referindo à morte biológica. Quando um mestre zen fala em morte, ele está se referindo à morte metafórica. Jesus não era uma pessoa normal. Jesus pregava a morte metafórica. Quando ele dizia que a felicidade só existe depois da morte, ele propunha que abandonássemos esta vida. Que a trocássemos por outra, melhor. Mas os idiotas pensam que Jesus era um imbecil, e que estava pregando que a felicidade só virá depois da morte biológica. Nada disso! O que Jesus pregava — em verdade, em verdade — era a morte do apego, da inveja, do ciúme, do ódio e da cobiça. Olhai os lírios do campo e os pássaros do céu — dizia Ele. Mas os idiotas jamais olham para o céu. E acham que as asas foram feitas para guardar dinheiro e proteger as posses... Os idiotas jamais entrarão no Reino de Deus.

5 comentários:

Edson Marques disse...

Jesus é hoje o meu maior herói. Meu Mestre Absoluto. Indispensável.

Eu te amo, Jesus! E gostaria de tomarmos um vinho juntos, hoje à noite!

http://mude.blogspot.com.br/2013/04/jesus-mestre-zen.html

sonia k. disse...

E quando estiver com ele, Jesus, não se esqueça de dizer que continuo achando que ele é um homem maravilhoso que viverá eternamente no coração da humanidade. E podem brindar pensando em mim, que em alma estarei com vocês.

Maristela Gonçalves Salgado disse...

É mais fácil morrer biologicamente. Mudar nossas atitudes é muito mais difícil. Maravilhoso texto...grande abraço!

Maristela Gonçalves Salgado disse...

É mais fácil morrer biologicamente. Mudar nossas atitudes é muito mais difícil. Maravilhoso texto...grande abraço!

Jorge Portojo disse...

Tem toda a razão, amigo. Por alguma razão estamos a entrar direitos no biológico. Depois já não há retorno.