1.5.12

trazer a filosofia

Eu não quero levar as pessoas à Filosofia, mas sim trazer a filosofia às pessoas. Eu sou só um hierofante pequenino, um abridor de gaiolas, um menino magrinho de seis anos que brinca com Jesus lá no fundo do quintal da minha Vó. Eu não quero nada complicado. Eu não quero que o ciumento seja livre, eu não quero que o crente vire ateu, eu não quero que o gordinho emagreça, eu não quero que o depressivo abandone as suas drogas, eu não quero que o pinguço se endireite, eu não quero que o safado vire um santo... Eu não quero converter absolutamente ninguém a coisa alguma. Eu só quero que eles pensem. E também quero lhes dar um buquê, um amoroso buquê de flores e estrelas — todos os dias...

2 comentários:

Edson Marques disse...

Tem dias que eu mesmo me convenço que escrevo bem pra caralho... rs!
http://mude.blogspot.com.br/2012/05/trazer-filosofia.html
É a vida.

Bandys disse...

Edsonnn, kkkkkkkkkk.
Bom, eu vim buscar meu buque e minhas estrelas.
E quanto ao escrever bem eu diria que não esse bem esse o nome,
mais tu escreve com amor do cassete.
Beijos e mais beijos. Super Bandydos