28.4.12

espirito atomico

Estou escrevendo sobre algumas manifestações do Espírito. Manifestações psicológicas — mas não só. E abro uma hipótese que me parece relevante: o espírito é um sistema de informações. Precisa de um veículo, que, em princípio, é o corpo, mas poderia ser outro. Entretanto, não paro neste ponto. Criei agora duas expressões radicais: espírito atômico e espírito molecular, cujos conceitos ainda estou elaborando. Isso numa sequência dos estudos que tenho feito sobre a real possibilidade de matematizarmos uma explicação dessa "entidade" que certas religiões se apropriaram, e à qual deram erradamente o caráter de sobrenatural. Eu não creio no espírito sobrenatural. Como filósofo, eu não creio em nada sobrenatural. Se existe — é natural.

Enquanto a espiritualidade não for matematizável, ela não poderá ser cientificamente defendida. Temos que retirar a espiritualidade do âmbito exclusivo da religião. Quem deve se ocupar disso, num primeiro momento, é a Filosofia. Enquanto a Teologia e as religiões mantiverem o falso direito de exclusividade sobre o Espírito, não chegaremos a nenhum resultado logicamente aceitável. Porque a Teologia se utiliza de dogmas para elaborar seus conceitos — e dogmas são totalmente inaceitáveis pela Ciência.

Preciso juntar esses textos para ter algo mais apresentável sobre o tema. Antes que eu vire um poeta.

10 comentários:

Edson Marques disse...

Em www.EdsonMarques.com eu já tinha dito isto, semana passada:

Enquanto a espiritualidade não for matematizável, ela não poderá ser cientificamente defendida. Temos que retirar a espiritualidade do âmbito da religião. Quem deve se ocupar disso, num primeiro momento, é a Filosofia. Enquanto a Teologia mantiver o falso direito de exclusividade sobre o Espírito, não chegaremos a nenhum resultado logicamente aceitável. Porque a Teologia se utiliza de dogmas para elaborar seus conceitos — e dogmas são totalmente inaceitáveis pela Ciência.
(..)
Mas preciso juntar esses textos todos para ter algo mais apresentável sobre o tema.

http://mude.blogspot.com.br/2012/04/espirito-atomico.html

Como eu gosto de dizer: é a vida!

Edson Marques disse...

Dizem que sou ateu, mas sou apenas um filósofo. Em verdade, eu creio num Deus maravilhoso, que mora dentro do meu próprio coração. Inclusive no meu próprio coração. Porque Ele mora também no coração das estrelas. O meu Deus pode até ser o mesmo que o teu — só que o meu é mais poético e não me exige uma fé inabalável. Eu creio nele e ele em mim. Não negociamos nossas crenças em comum. Por isso, quando falo com meu Deus, dou-lhe a garantia de que sou-lhe seu amigo e não seu seguidor. Converso com Deus por opção poética, não por dever da crença. Minha chance de ser salvo, portanto, é bem maior do que a de um papa ou de um pastor. Aliás, dando-me as condições intelectuais de ser ateu, especialmente a lógica e a razão, Deus já me salvou dos horrores e desgraças de uma fé sem fundamento.
(...)

VALDOMIRO AURELIO DOS SANTOS disse...

Boa noite, ilustre! Primeiro, prazer. Valdomiro Aurélio dos Santos, leitor das suas publicações. Me pus a pensar: Então a ciência não matematizavel não é ciência? E axioma euclidiano não é dogma? Mas são contestaveis e invalidos em relatividade geral. Só valem no microcosmo plano. Xiiii, o positivismo não é positivo nem científico. Raramente as ciências humanas são científicas.Do direito e geografia à macroeconômica e psicologia. Mais artes, aproximacoes estéticas- de aisthetos. Temos outras referências estéticas, diferentes do tomismo aristotelico medieval, acredite. Teologia e estética não é um caminho dogmatico com Paul Tillich, ou Rubem Alves, ou Martin Buber; nem espiritualidade se restringe ao monopólio da teologia em Mircea Eliade, Yamamoto Tsunetomo, num Crime e Castigo, ou num conto kafkiano. Tem água doce no coco verde. Quer teologia melhor que O Guardador de Rebanhos? Fernando Pessoa era teólogo dos bons. Obrigado pelas reflexões que nos propõe. Bom feriado!

VALDOMIRO AURELIO DOS SANTOS disse...

Tem um texto do Rubem Alves de 1983 sobre religião com passos semelhantes. Sabes o essencial da fé. Isso é bom.

VIDA E LIBERDADE disse...

Não sou uma estudiosa do assunto, porém a vida me provou inúmeras vezes que Deus está dentro de mim, vive em mim e que a espiritualidade, pode ou não se manifestar sob qualquer ângulo e apresentar-se sob qualquer forma, desde que sua fé assim queira...
Sou católica , não sou praticante mas converso com meu Deus ,assim como converso com você,porque para mim, ser "carola" viver com terço na mão óu a bíblia debaixo do braço , não prova em nenhum momento que creio em Deus sob todas as coisas...
Minha fé é inabalável e minha religião são os atos que pratico,o amor e a caridade que devoto ao meu próximo...
Assim como para mim, existe um escritor, filósofo e poeta que eu acredito ser o melhor da época atual, ou seja minha fé é VOCÊ...creio também em Deus , em Nossa Senhora e todos os santos...e assim eu vivo, buscando sempre aquilo que me faz feliz ,me leva às alturas...
Tudo é muito simples a meu ver, pois cada um é cada outro e cada qual vive a seu modo...tendo ou não religião...e qualquer que seja a maneira de crer ou não em Deus....

Que Deus te ilumine e te inspire todos os dias de sua vida ...poeta!!!!

mil beijos


Marilis

(Lisa)

Edson Marques disse...

Oi, Valdomiro.
Prazer igual, te ver aqui.
Teus comentários também fazer pensar.
Mas eu considero o Espírito muito grande para reduzi-lo a um simples axioma. Busco uma explicação racional. Ou nenhuma.

Abraços,

Edson Marques disse...

Não me lembro de ter lido algo assim em Rubem Alves, mas gostaria. Rubem Alves é muito bom. Um mestre. Adoro a sua criativa caixinha de ferramentas.

VALDOMIRO AURELIO DOS SANTOS disse...

Obrigado pelo comentário. No deserto dos blogs, raros são os oásis. Retornarei com mais frequência; os que retornam aqui têm a mesma sede. Boa semana a todos que põem cerejas no bolo!

Anônimo disse...

Livros psicografados pelo médium mineiro Robson Pinheiro, através de espíritos diversos, entre eles o espírito do médico e físico nuclear judeu-alemão Joseph Gleber, desencarnado na 2ª Guerra e que nos traz muitas explicações a cerca do espírito e suas propriedades como um ente a parte do corpo material. Vale a pena procurar e ler, entre outros livros bastante elucidativos, realmente acredito que estejamos próximos de matematizar o conceito de espírito, tudo é Natural, o sobrematural em essência não existe, ele está na categoria de nossas ignorâncias. Realmente o espírito não pertence às religiões humanas e isso é defendido dentro do movimento espírita mais dedicado ao estudo da filosofia e moral que isso tudo encerra.

Edson Marques disse...

Sobre o tema acima, escrevi algo mais AQUI.