20.2.12

tragico desfecho

As relações de amor começam sempre maravilhosamente bem. Mas depois a burocracia se instala. Agendas, compromissos, conta conjunta, ciúmes e controles, bujão de gás, monotonia, comprinhas no mercado, esquecimentos, arrependimentos, ausência de desejos, supressão da fantasia, e um tédio insuportável. Há que se pensar numa alternativa a esse trágico desfecho.
Casamento não tem lógica. Deve existir um modo mais racional de se foder... rs!

Nenhum comentário: