17.5.11

ser feliz

A coisa mais importante da minha vida é ela própria, com certeza. A saúde do meu corpo e a alegria da minha alma, mais a extrema compreensão das pessoas e das coisas. E dessas coisas gloriosas que me fazem, os teus lábios vermelhos se conservam não apenas como cor, mas substância. O meu mundo é natural. Eu olho tudo que há na terra e no céu, aceito então a natureza das coisas, e não espero nada mais que amor. Não desisto de ser o que pretendo, jogo fora tudo que me confunde, não mais me envergonho de ser livre. Onde antes dos meus olhos vertiam lágrimas de horror, hoje jorra um brilho de fé no meu amor. Jamais desistirei de ser feliz.

Nenhum comentário: