27.5.11

roseira branca

Descubro que no jardim do meu peito tem um pé de cabeças e uma roseira branca. As cabeças, colho-as porque maduras; e as rosas, porque metáforas.

Nenhum comentário: