19.6.08

leitores

Nunca escondo
meus leitores de si mesmos:
em verdade eu ilumino a parte escura
que se perde dentro deles.
Como sou um garimpeiro de verbos incendiados,
só gosta de me ler quem já tem fogo
e não se espanta.
Mas se eu primeiro não tornar

as emoções em gostosura,
não serei capaz de abrir meu coração
para ser lido com ternura por você.
Por isso,
só me mostro inteiro
após o meu encanto,
e só te dou estas palavras depois que as refino.
Portanto,

se eu primeiro
não polir as minhas pedras
com amor e doçura,
como poderia eu querer trocá-las
por essa tua tão preciosa luz diamante?

Nenhum comentário: