25.8.07

Dupla verdade.

Havia uma verdade inteira, enorme, porém agonizante, quase morta, caída aos meus pés. Deus então pediu-me que a trocasse, delicadamente, por duas meias-verdades novas, vivas, deliciosas, que suspiram, transpiram, respiram, inspiram - e me libertam.

E voam..

Troquei na hora!

Nenhum comentário: