9.6.16

me enterrem pelado

Meu testamento tem apenas três palavras: Me enterrem pelado. E se possível me lambuzem todo com óleo de amêndoas doces, para que os vermes deslizem por sobre o meu corpo, dancem feito loucos sobre mim, e depois me beijem, poeticamente, ao vivo. Em pelo...

Um comentário:

Edson Marques disse...


Página 143 do livro Manual da Separação.

http://mude.blogspot.com.br/2016/06/me-enterrem-pelado.html