5.6.16

deliciosas virtudes

Desde muito cedo eu transformei a virtude em gostosura. Depois, a disciplina foi me levando a considerar fundamental a própria gostosura. Comecei então a gostar do necessário — e o hábito virou rotina prazerosa. Por isso é que a minha vida se tornou uma delícia indescritível.

Um comentário:

Edson Marques disse...


Ser virtuoso é uma delícia!


http://mude.blogspot.com.br/2016/06/deliciosas-virtudes.html