29.1.16

vitorias

VITÓRIAS

Tem grandes vitórias que nada significam, pois acabam sendo efêmeras, insossas e sem graça. E tem pequenas vitórias que são doces e graciosas, e nos levam ao pico sublime do êxtase. Então, podemos concluir que a essência da vitória não está no seu tamanho ou impacto inicial, mas sim no seu valor e elegância. Ou seja, a pequena pode ser grande, e a grande, minúscula. O mais importante é saber a diferença entre elas — e gozá-las ambas, sem apego e sem vanglória.

2 comentários:

Edson Marques disse...


É a vida...

http://mude.blogspot.com.br/2016/01/vitorias.html

Edson Marques disse...


Aos meus adversários eu sempre lhes concedo alternativas. Que escolham eles mesmos o tipo de derrota que preferem. Para mim, toda vitória tem que ser elegante.