21.9.15

nao ha penas

Não há limites nos planos que eu escolho,
nem juízes que possam me julgar.

Por isso não há penas nas asas com que voo,
nem castigos nas regras que eu transgrido.

Um comentário:

Edson Marques disse...


Não apenas voo: voo livre!

http://mude.blogspot.com.br/2015/09/nao-ha-penas.html