24.7.15

logica do amor

Às vezes me perguntam por que as minhas relações de amor sempre dão certo. É muito simples: eu jamais me relaciono com pessoas ciumentas. O ciúme é a primeira fonte da desgraça. E eu não apenas vivo as minhas relações de amor: eu também as analiso. Eu me questiono sobre elas, a partir de dentro delas mesmas — entusiasmado com suas tramas e coivaras, com seus mistérios e caminhos. Com seus múltiplos encantos e extremas gostosuras. Eu me entusiasmo até mesmo com suas maravilhosas redundâncias, com suas doces contradições, e com todas as possibilidades abertas dos vários fins que se aproximam. E eu vejo o fim da relação apenas como um prenúncio de novidades, não como sinal de catástrofe. Só o que está morto não muda.

3 comentários:

Edson Marques disse...


A vida é uma delícia!

Experimente...

http://mude.blogspot.com.br/2015/07/logica-do-amor.html

Edson Marques disse...


Nada mais belo do que mostrar ao inimigo que ele não nos pode vencer. E, para vencê-lo, não precisamos nem de grito, nem de força, nem de horror. Bastam a lógica, a inteligência, o amor.

Edson Marques disse...


Por um Novo Capitalismo:

http://www.portalmetropole.com/2015/04/video-censurado-nos-eua-bilionario.html?m=1