19.6.15

corpo escultura

Olho para o teu corpo como se visse a própria Natureza. Um pedacinho dela, mas o mais importante, tenho certeza. Quando eu te toco, ouço música. Vibrante. Sensual. Altissonante. Quando te acaricio, meu Amor, é como se estivesse refinando uma escultura, cobrindo-a de espírito — e de ternura.

4 comentários:

Edson Marques disse...


É a Vida...

http://mude.blogspot.com.br/2015/06/corpo-escultura.html

Edson Marques disse...


Sobre as questões fundamentais da tua vida, você tem pensado muito, mesmo, todo dia, de forma sincera, radical e questionante — ou só tem feito um rearranjo provisório e sem-vergonha nos teus próprios preconceitos?

Edson Marques disse...


Coisas não têm problemas: já nascem naturalmente resolvidas. Também as plantas e os animais irracionais vivem acordados. Só humanos é que dormem em pé. Humanos e bovinos. Temos que acordá-los.

Edson Marques disse...


AS plantas e os animais irracionais já nascem naturalmente resolvidos. Vivem acordados. Só humanos é que dormem em pé. Humanos e bovinos. Temos que acordá-los.