15.4.15

michelangelo

O Papa tinha o dinheiro, o poder e o bom gosto; Michelangelo era o artista — e sabia fazer. Ambos foram escolhidos por Deus, mas cada um na sua função. E foi assim que se criou o teto da Capela Sistina. Um espetáculo. Um sucesso.

2 comentários:

Edson Marques disse...


Cada macaco no galho que lhe compete. A que tem direito.

http://mude.blogspot.com.br/2015/04/michelangelo.html

É a vida...

Edson Marques disse...


Escrito originalmente na madrugada de 16.02.2013, um pouco antes de pensar algo assim:

Não são os sócios da Ferrari que desenham os carros da Ferrari. Eles contratam designers brilhantes. Se os donos da Ferrari se metessem a desenhar os carros, a empresa faliria. Cada um na sua.

Edson. 16.02.13. 03h52.


Foi então que eu tive a minha ideia 348. Que vou dedicá-la a Leonardo Da Vinci.



Nesta manhãzinha, estou lendo a imagem do teto da Capela Sistina. Cada figura dessa foto, e ampliando-a. Já faz meia-hora. E pensando nos motivos do Michelangelo...

Todos temos nossos respectivos motivos.

Todos!