8.1.15

helenas

Logo de manhã, assim que abro a janela do meu peito e ouço pássaros cantando, já tomo a minha dose diária de fascínio — por mim e pela Vida. É por isso que, como o Mefistófeles de Goethe, em cada mulher eu vejo uma Helena de Tróia. Dizem que esse é o meu maior defeito. Mas eu acho essa a minha melhor virtude.

2 comentários:

Edson Marques disse...


A vida está cada vez mais deliciosa!!!

http://mude.blogspot.com.br/2015/01/helenas.html

Vou agora almoçar em SP. Naquele mesmo restaurante que tem o spaghetti olímpico.

Edson Marques disse...

O medíocre nunca se acha medíocre, o gênio nunca se acha brilhante, e o burro nunca se considera um quadrúpede. Todos, inteligentemente, se negam.