8.10.14

Beethoven

Beethoven bebia muito e dormia tarde, como quase todo artista. Poeticamente bêbado, com as roupas em frangalhos, vagava pelas ruas como se não fosse um louco... Depois voltava pra casa e compunha as mais sublimes músicas que o mundo jamais havia conhecido.


Vista de fora, sua vida parecia um caos. Por dentro — era um caos. Maravilhoso caos!

Um comentário:

Edson Marques disse...


Viva Beethoven!

Em todos os sentidos...

http://mude.blogspot.com.br/2014/10/beethoven.html