1.5.14

tumulo

Às vezes, por mera curiosidade, e só para conhecer-lhe os limites e a relativa escuridão, posso até entrar num túmulo por alguns momentos. Mas nunca deixo de respirar profundamente, e jamais permito que cimentem a lápide por sobre mim.

Também às vezes posso entrar só para ressuscitar alguém interessante que tenha se perdido por engano. Um gesto humanitário, uma simples operação de resgate...

4 comentários:

Edson Marques disse...


Como eu gosto das Madrugadas! Elas excitam meu intelecto e meu coração. Lembro-me de M... E ouço o sino do Mosteiro batendo duplamente no meu peito.

É a vida!

Edson Marques disse...


Para mim, todo momento é uma oportunidade — de criar, de sonhar, de inventar alguma coisa. De ter uma ideia, de dar um abraço, ou de fazer amor. De tomar um vinho, ou de tomar um sol. Para mim, toda ocasião é uma chance única de viver a vida. Toda ocasião é uma festa. Desperdiçá-la seria um pecado. Aliás, como dizia meu bisavô, o único crime que não tem perdão é desperdiçar a vida.

Michele Engels disse...

<3

Anônimo disse...


Flores...

Uó Ái Ní!