24.5.14

sabado

Eu crio metáforas como se fizesse amor. Logo de manhã, acordo sempre alegre — e duas vezes. A vida é uma delícia. Mesmo no sábado, a vida é hoje. E hoje não importa se chove ou se faz sol; se comerei um pão seco ali na esquina ou um croissant em Paris; se como feijoada, ou se farei um jejum... Eu tudo posso Naquela que me fortalece. A vida é um orgasmo.

Um comentário:

Edson Marques disse...


Mas o clima hoje em São Paulo sugere uma feijoada. Completíssima. Deliciosa. Orgástica.

Melhor, só aquela que minha Mãe faz.

Flores...

http://mude.blogspot.com.br/2014/05/sabado.html