20.3.14

viver no meu canto

Algumas pessoas querem que eu seja como Caio, Clarice, ou Cazuza. Querem que eu primeiro morra — para então ficar famoso. Mas que ideia ridícula! Nem pensar... Recuso a sugestão. Prefiro viver assim, quieto no meu canto e minha dança, pleno de alegria e liberdade, tomando vinho branco ou colorido, entre pássaros cantantes, lírios quase brancos, e amores transversais. Afinal, a vida é melhor que a fama. Muito melhor.

2 comentários:

Edson Marques disse...


As vitórias hoje estão caindo, amorosas, em delicada avalanche no meu colo.

É a vida.

Vou agora tomar café, com Deus e açúcar.

Vivo!

http://mude.blogspot.com.br/2014/03/viver-no-meu-canto.html

Edson Marques disse...


O destino é uma deliciosa sucessão de acasos.