4.1.14

tocar o intocavel

A mim não me basta tocar o coração do que eu vejo,
eu quero é tocar o coração do invisível.
A mim não me basta buscar o que me cabe,
eu quero é desejar o impossível,
tocar o intocável, o intangível,
a alma da minha alma,
o centro do que se move,
o coração do coração.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Madrugada quente. Deliciosamente quente.

Claudinha disse...

Feliz 2014, meu caro! Belíssimo este coração assim escancarado.
Beijos!

Anônimo disse...

Adoro os seus textos, mas tenho uma sugestão: mude o plano de fundo do seu blog. Essa escuridão incomoda a vista. Só uma dica.