4.12.13

toquem-me

Eu não falo apenas sobre relações que vejo: eu também falo sobre as relações que vivo. Ontem à noite, com o testemunho sensualíssimo de uma lua escandalosa, duas lindas mulheres vieram procurar-me em busca de emoções. Como poderia eu negá-las? Só me resta então abrir-lhes os meus braços e deixar meu coração escancarado. Esqueço-me do mundo, transformo em pauta cada ponto que me envolve, minha alma vira de repente um violino, dou corda no meu Corpo entusiasmado — e digo docemente aos meus amores:
Toquem-me...

2 comentários:

Edson Marques disse...

Eu não falo apenas sobre relações que vejo: eu também falo sobre as relações que vivo. Ontem à noite, com o testemunho criativo de uma lua escandalosa, duas lindas mulheres vieram procurar-me em busca de emoções. Como poderia eu negá-las? Só me resta abrir-lhes os meus braços e deixar meu coração escancarado. Então, esqueço-me do mundo, transformo em pauta cada ponto que me envolve, minha alma vira de repente um violino, dou corda no meu Corpo entusiasmado — e digo docemente aos meus amores:

Toquem-me...


Como se eu fosse um violino!


http://mude.blogspot.com.br/2013/12/toquem-me.html

Ritinha disse...

Bom dia!!!
Independente da causa e do efeito, estar ao lado de pessoas que nos fazem bem... é bom dmais!
Sentir-se desejado... seja num abraço, num gesto de carinho ou simplesmente numa doce aventura.
bjs
Excelente dia
Ritinha