19.12.13

freud entende

Às vezes, penso em escrever aqui algo mais sério, mas logo me contenho, pois este é um blog despretensioso, experimental, onde só publico ensaios poéticos e frases curtas. Mas hoje quero falar de Freud. Não sou especialista em Freud, mas passei a gostar dele. Suas teorias encantam a todos que procuram conhecer um pouco mais da alma humana. O genial criador da Psicanálise tem sacadas brilhantes. Essa da "interiorização" é uma delas. A chamada interiorização simbólica da autoridade, que normalmente ocorre desde a primeira infância, levanta em nosso peito uma barreira impressionante. Quase intransponível. O fato é que a culpa, o medo, o ódio, o ciúme, a vergonha irracional, o preconceito, a ignorância — todas essas coisas horrorosas nos afastam do amor e da alegria, da liberdade e do prazer. Nos afastam do Conhecimento e da Sabedoria.

2 comentários:

Edson Marques disse...

Suponho que Freud entenderia.

http://mude.blogspot.com.br/2013/12/freud-entende.html

Vou agora tomar um café com leite integral, e um pão na chapa, com muita manteiga Aviação.

E continuar escrevendo, no balcão do Restaurante Fado, as ideias básicas do meu projeto chamado Altíssimo.

É a vida!


E

Edson Marques disse...

Há um véu de verdade que me cobre de poesia, e me revela. Eu não procuro esconder aquilo que eu acho, e nem mais busco o que já perdi... Não dissimulo aquilo que penso, eu não sufoco o que preciso gritar. Eu não seguro o incerto que se move em mim. Eu nunca prendo o que deve ser livre.