2.12.13

abandonar tudo

Paul Valéry abandonou a poesia por quase vinte anos e passou para a matemática. Pitágoras abandonou a Grécia e depois de trinta anos viajando voltou como sacerdote egípcio. Rimbaud largou tudo e foi ser comerciante na África. Henry Miller, idem, pediu as contas numa tarde de segunda, e foi para a Europa, onde viveu e escreveu romances.
E você, quando é que vai abandonar tudo pra fazer o quê?

3 comentários:

Edson Marques disse...

Eu sei...
Eu sei que "abandonar tudo" é uma proposta retórica. Uma metáfora para o "salto profundo", que também é uma metáfora... rs!


Mas.

http://mude.blogspot.com.br/2013/12/abandonar-tudo.html

Edson Marques disse...

Essa pergunta final eu a faço pra mim mesmo, de vez em quando...

Olhando no espelho!

Eu ... disse...

Não sei quando nem o quê, mas um dia ei de fazer.