22.11.13

sexta-feira

Hoje é sexta-feira. Hoje eu não quero muita coisa. Por isso vou ficar ali na praia, conversando com Netuno, tomando água de coco, olhando sereias, catando conchinhas e sentindo os lábios de Afrodite lamberem-me os pés... Hoje eu não quero muita coisa. Hoje é sexta-feira. Hoje eu só quero abraçar a metade do infinito. A metade mais gostosa do Infinito.

3 comentários:

Edson Marques disse...

E o bom é que a outra metade também está disponível...

Que delícia!

http://mude.blogspot.com.br/2013/11/sexta-feira.html

Edson Marques disse...

Eu amo o Amor e a Liberdade do próprio Amor. Não encarcero meu Amor no coração. Ao contrário dos ciumentos, não enclausuro meus amores no meu peito. Há muito tempo que abri meu coração inteiramente, para que entrem nele os meus amores de repente. Entrem e saiam quando queiram, diferentes. Eu só amo amores livres — indescentes.


Indescentes, mesmo: com SC.

É a vida!

Edson Marques disse...

Só quem acorda percebe que tudo não passa de um sonho..




Os únicos amores que se tornam indecentes são os descentes.