13.8.13

salvando uma abelhinha

Ontem à tarde eu interrompi o desenho da reforma de uma igreja para salvar uma abelhinha que encontrei ferida no jardim. Eram 14h54min quando dei início à salvação. Coloquei-a numa pequenina folha de laranjeira e ajeitei a caminha verde no vaso dos lírios. Derramei duas gotas dágua perto dela, cuidadosamente, e soprei-lhe o espírito santo de Deus. Não foi suficiente... As feridas eram graves demais. Não pude salvar-lhe o corpo — mas consegui salvar-lhe a alma.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Baseado em fatos reais.

http://mude.blogspot.com.br/2013/08/salvando-uma-abelhinha.html

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Mas que narrativa 'bela'
poeta querido!
Te espero la no Espelhando
e digo que voce não é meu amigo
é sim um Ser que acompanha minha escrita,
um companheiro de jornada
na verdade.
Tem meu carinho e respeito,
aquela ' abelhinha'
caso
tivesse sobrevivido
lhe levaria mel...
Bjins
e vai la no meu blog de poesia, vai?
http://reflexodalma.blogspot.com.br/2013/08/poesia-todo-dia.html

Bandys disse...

Ahh , mas voce ja salvou tantas almas com corpos....


Beijos poeta