23.8.13

iscas

Nos negócios, tanto quanto nas relações de amor, eu adoro comer as iscas que me oferecem. Mas, sempre as como pelas beiradas, sem jamais morder o anzol.

4 comentários:

Edson Marques disse...

Nos negócios, tanto quanto nas relações de amor, eu adoro comer as iscas que me oferecem. Mas, sempre as como pelas beiradas, sem jamais morder o anzol.


Acabei de escrever isto agora mesmo. Sim, meu notebook dorme comigo, na mesma cama, todo dia. Como se fôssemos casados. Mas com uma vantagem: sempre que chega alguém sexualmente mais interessante do que ele, basta que eu o desligue - e ele jamais irá reclamar direitos supostamente adquiridos, nem exclusividades que eu jamais prometeria... rs!

sonia k. disse...

Pois é, amigo, por aí se vê que o computador acaba sendo um grande amante com todas as qualidades básicas atendidas rsrs Pode-se usar, abusar e se desfazer sem maiores explicações.....
Bjs

Suzi disse...


Edson e Sonia, saudades...

Tão perto e tão distante!

Neste momento pensando em adquirir um notebook, amigos pressionando para meu ingresso no Face...

Pensando...

Aqui, agora, na FNAC Morumbi, respirando o mesmo ar que te rodeia... rs! Digo, respirando concreta poluição.

Atualmente sou turista na minha cidade, com olhos virgens para tantas transformações... estupefata, a cidade está em obras, geral!

Não estou me queixando, afinal se adoro transformações, contemplar!

Beijos aos dois, saindo pois Sampa está gritando meu nome de saudades... rs!

Suzi paulista paulistana.

Ygo Maia disse...

Dormir com o notebook na cama...
rsrsrs

Relação de amor.

Brincadeiras à parte, bela reflexão.