14.8.13

hoje

Quando o percurso, o projeto ou as relações me agradam muito, vou sempre até o limite. Mas, quando vejo que o limite se aproxima e terei mesmo que ultrapassá-lo, eu o desloco — com amor e alegria, com razão e gostosura — um pouco mais pra frente. E assim por diante.

2 comentários:

Edson Marques disse...

Eu e as madrugadas nos encantamos, mutuamente. Acabo de tomar um delicioso gole gelado de leite Ninho, integral, no gargalo da caixinha.

Só hoje é hoje.

Ateliê Tribo de Judá disse...

Uma ótima estratégia ...gostei!
beijos
Joelma