14.7.13

trilhos

É preciso que você arranque o resto de trilhos que tem essa estrada curva em que você patina, essa estrada sinuosa em que você às vezes encalha. É preciso que você encha teu peito de alegria e de aventura. É preciso que você suba em mim, trepe no que eu falo, dance em minha língua. É preciso que você cavalgue os meus poemas todo dia. Porque sou poeta bailarino. Um poeta louco, romântico, livre... e teu.
Por enquanto.

3 comentários:

Edson Marques disse...

É preciso que você arranque o resto de trilhos que tem essa estrada curva em que você patina, essa estrada sinuosa em que você às vezes encalha. É preciso que você encha teu peito de alegria e de aventura. É preciso que você suba em mim, trepe no que eu falo, dance em minha língua. É preciso que você cavalgue os meus poemas todo dia. Porque sou poeta bailarino. Um poeta louco, romântico, livre... e teu.
Por enquanto.

Ainda estou refinando esse texto.

http://mude.blogspot.com.br/2013/07/trilhos.html

Edson Marques disse...

"Onde o perigo é maior emerge a salvação."

Hölderlin.

Edson Marques disse...

Teu fogo me chama.