9.7.13

jo perdeu tudo

havia perdido tudo: a esposa e as amantes, o gado, os filhos, a lavoura e as empresas. Perdeu seus camelos, suas tendas e colares. As carroças conversíveis e os cartões de crédito. Seu mundo começou a ruir. E Deus ainda teve a maldade de cobri-lo com lepra da cabeça aos pés. Jó ficou sem a casa e o jardim, sem o churrasco e a cerveja, sem a música, sem champagne, sem morangos. Na miséria mais absoluta. Sem café e sem Drambuie...
Seus amigos — como sempre acontece! — desapareceram.
Jó perdeu tudo, mas não perdeu a autoconfiança. Não perdeu a Fé, e isto faz toda a diferença. A história, portanto, continua, e pode ser lida na Bíblia, ou no meu livro Solidão a Mil, página 374. Ou, preferencialmente, AQUI.

Um comentário:

Edson Marques disse...

Ainda estou revisando esse texto, embora já tenha sido publicado no livro Solidão a Mil.

http://mude.blogspot.com.br/2013/07/jo-perdeu-tudo.html