21.7.13

iracy

Porque tenho fogo nas veias Eu me chama. Vivo dançando. Sempre amei a Lógica e a Liberdade absoluta. Desde pequenino sou amante de todos os meus amores. Eu tinha um cachorro lindo chamado Swing e um cavalo negro chamado Estrela. Minha vó Vitalina me ensinou a pecar sem culpa, e meu avô era um louco fazendeiro que nunca desperdiçou a vida. O nome de minha mãe, Iracy, em tupi guarani poético, quer dizer "a mãe do mel". Meu pai gostava de vinho, de girassóis e de Robert Louis Stevenson. Fui gerado com orgasmo ao lado de uma roseira branca — e nasci de parto natural. Além disso, sou primogênito. Livre, solteiro e saudável. Minha vida é uma festa. Como se vê — abençoado por Deus. E tenho um pacto comigo mesmo para continuar assim.

4 comentários:

Edson Marques disse...

Vou agora ligar para minha Mãe. Vê-la, já fui de madrugada. Agora quero ouvir a Sua Voz!

É a vida.

http://mude.blogspot.com.br/2013/07/iracy.html

Nádia Santos disse...

Teu texto é lindo, de alguém que encontrou seu caminho, sabe seu valor e o quer e te parabenizo pois com certeza ousaste e não tiveste medo da mudança, essa são as características das pessoas felizes e bem resolvidas. Mas, o que me emocionou de verdade foi o fato de sua mãe e a minha terem o mesmo nome... Iracy... Minha querida e amada mãe, que já não se encontra mais aqui. Um bj e felicidades Edson.

Amara Mourige disse...

Lindo seu texto!
Sua avó deve(deveria) ser uma pessoa maravilhosa e seu pai é um homem de bom gosto.
E que lugar romântico você foi gerado.Com certeza você é abençoado por Deus.
Um abraço
Amara

Lisa libanesa disse...

Você se tornou , uma luz, porque já era...
Quem é ,já nasce feito , quem nunca foi é porque jamais seria ou ser´....


beijos meu querido poeta!


Marilis