25.6.13

apoio dos normais

Eu não busco aprovação alheia — nem quero aplausos fáceis. Sou inteiro no que faço e não me corto. O apoio dos normais não me interessa. Eu quero apenas provocar intelectualmente as pessoas criativas, como suponho você é. No fundo, eu quero questionar todas as "verdades", e esmagar todas as convicções... Inclusive as tuas, mas principalmente as minhas! Para que possamos trocar experiências fascinantes — e talvez criar alguma coisa verdadeiramente nova.

2 comentários:

Edson Marques disse...

Eu sempre fujo das pessoas perigosamente normais!

Acordando agora, duplamente, numa cama livre. Deliciosamente. Alegre. Saudável. E pronto para mais um salto profundo e uma obra de arte.

Daqui a pouco, vou tomar três ou quatro xícaras grandes do café puro que o Gennaro faz pra mim.

É a vida — em todos os Sentidos!

http://mude.blogspot.com.br/2013/06/apoio-dos-normais.html

Francisco Dalsenter disse...

Por isso devemos trocar todos os dias umas duas certezas por pelo menos dez dúvidas.

Abraço poeta!

Francisco Dalsenter