15.5.13

naquela que me fortalece

Eu crio metáforas como se fizesse amor. Logo de manhã, acordo sempre alegre — e duas vezes. A vida é uma delícia. Mesmo na quarta, a vida é um sábado. E hoje não importa se chove ou se faz sol; se comerei um pão seco ali na esquina ou um croissant em Paris; se como uma feijoada, ou se farei um jejum... Eu tudo posso Naquela que me fortalece. A vida é um orgasmo.

2 comentários:

Edson Marques disse...

Minha Vó Vitalina costumava fazer jejum uma vez por mês. Ela dizia que era para purificar-se... Ainda mais?! — eu hoje me pergunto. Também já fiz jejum (uma vez) ano passado. Veja aqui como foi.

Agora estou tomando meu terceiro copo de café. E pensando Naquela que me fortalece: a Vida!

Flores!

Edson Marques disse...

Hoje, de novo, eu amanheci freudiano...