27.4.13

jose aristoteles

Em agosto de 1998 publiquei meu terceiro livro: Manual da Separação. Nas suas 160 páginas procurei demonstrar o quão Existencialista eu sou. O primeiro capítulo começava assim:

Aristóteles Sócrates Kierkegaard é o meu nome, mas eu geralmente minto que é José Proença só prá impressionar... Sou na verdade um motorista metido a escritor, e é por isso que tudo que escrevo parece filosofia de para-choque de caminhão. Mas são artes do meu ofício: ninguém vai além dos seus limites: durante o dia — perto da polícia — não passo nunca de oitenta por hora. Mas à noite, sozinho na estrada da vida, ponho meu Scania inteiro na banguela, e vou a mil...

5 comentários:

Edson Marques disse...

Esse livro foi reeditado agora com o nome original anterior: Beijos no Céu da Boca. E ampliado para 240 páginas. Mesmo assim, não suponho que serei compreendido... rs!
É a vida.
http://mude.blogspot.com.br/2013/04/jose-aristoteles.html

sonia k. disse...

Será que um dia vou conseguir ler seus livros?
Se fosse possível quem sabe eu poderia entender mais e v. não se sentir tão incompreendido, não é? Mas seus livros acabam sendo segredo de Estado.
Continuo esperando, viu?
Carinhos e bom final de semana.

Edson Marques disse...

Sonia K,

Já que a reclamação veio pública, a resposta também será... rs! Daniela me disse que o livro Manual da Separação já foi remetido a você, por Sedex, tendo inclusive recebido confirmação da entrega em teu endereço. Ela, por descuido talvez, poderá ter passado uma falsa informação para mim sobre isso. Veremos.
Depois te conto.

Se qualquer cliente já merece respeito e atenção, imagine uma leitora tão querida e tão amiga quanto você!
Vou cuidar disso pessoalmente.

Flores...

Suzi disse...

Edson querido,

Muito bom dia!

Público? Então eu faço parte do público, logo, imiscuo-me na pública questão.

Eu acho é bom!!! Caso contrário, sabe o que acontecerá com você?!

Vou aí pessoalmente conversar muito de pertinho com você, e põe bem pertinho nisso... Pensou pertinho, mais ainda.

Agora assustei você, não é?! Rs...

Aliás, está faltando pouco tempo para tal.

Beijos,

Suzi

Em tempo, e como multa: dedicatória mais autógrafo. E capriche na letra. Que é linda. Não esqueça de datar...

Em tempo2, concordo com você, ela é querida, amiga e está precisando ocupar a cabeça com leituras. E, tomara que ela, finalmente, ao te ler não tenhas os miolos frigidos... rs...

Lisa libanesa disse...

Edson...boa tarde....
Aqui estou novamente, para apreciá-lo em todas as suas publicações....
Você sabe que te amo muito não sabe?
Então...
Jamais deixei de vir aqui...ler seus textos maravilhosos... mas também percebi, que não posso mais copiá-los para enviar nos meus emails, com sua autoria é claro....
Como deixei de enviar.... várias pessoas me cobraram...então eu passei o endereço do teu blog, para que elas tenham acesso mais direto...
Porém... essas mesmas pessoas, gostam da forma como lhes envio, com imagens...a que se refere o texto... Para deixá-lo atraente e mexer com o coração da mulherada que aprecia tudo o que você escreve....
sei que você não vai voltar atrás do que está já feito...mas .... assim mesmo, agradeço por tudo o que você.... escreve, permitindo até àqueles que residem fora do país, leiam você...pela propaganda que faço...
Quero é maissss....
Que venham todos , aqui.... fico muito feliz!!!

beijos meu poeta lindo!

Lisa