27.3.13

falcon

Quando se quer treinar um falcão, basta uma luva, um pedaço de carne e uma cordinha pra amarrar o falcão. Depois de algum tempo voando assim, o coitado se acostuma e nunca vai além desse limite — mesmo que se lhe tire a corda dos pés. Assim é com a gente: nos amarraram desde pequeninos, e agora fica difícil voar para mais longe do que o "tamanho da cordinha"...

Nossos "pontos de vista" quase nunca não são totalmente nossos. Foram colocados em nossa cabeça. Temos, portanto, que ir além deles. Caso contrário, nunca iremos além do limite que as circunstâncias anteriores nos impuseram. Lembre-se do falcão, e procure voar para mais longe. Para lugares que fiquem além do comprimento da cordinha...

2 comentários:

Edson Marques disse...

Depois continuarei esse texto, para o qual me inspirou Justin Dixon.

http://mude.blogspot.com.br/2013/03/falcon.html

Edson Marques disse...

Falcão é o nome genérico dado a várias aves da família Falconidae, mais estritamente aos animais classificados dentro do gênero Falco. O que diferencia os falcões das demais aves de rapina é o fato de terem evoluído no sentido de uma especialização no voo em velocidade (em oposição ao voo planado das águias e abutres e ao voo acrobático dos gaviões), facilitado pelas asas pontiagudas e finas, favorecendo a caça em espaços abertos – daí o fato dos falcões não serem aves de ambientes florestais, preferindo montanhas e penhascos, pradarias, estepes e desertos. Os falcões podem ser identificados, aliás, pelo fato de não planarem em correntes termais, como outras aves de rapina. O falcão-peregrino, especializado na caça de aves médias e grandes em voo, pode atingir 389 km/h em voo picado e é o animal mais rápido da terra. Diferentemente das águias e gaviões, que matam suas presas com os pés, os falcões utilizam as garras apenas para apreenderem a presa, matando-a depois com o bico por desconjuntamento das vértebras, para o que possuem um rebordo em forma de dente na mandíbula superior.

Na Idade Média, os falcões eram apreciados como animais de caça acessíveis apenas à elite (reis e nobreza).


Fonte: http://aturmadoespelho.blogspot.com.br/2010/06/olhar-de-falcao.html