23.3.13

amores anteriores

Meus amores anteriores é que me fizeram assim. Com sua paixão infinita, com seus beijos delicados, suas mãos escandalosas, seus cremes e carícias, seus afagos e ternuras — todos eles me fizeram melhor. Com sua compreensão racional e seu respeito à Liberdade, todos me ensinaram coisas novas, belas e profundas. Todos me deram energia, me amaram com doçura e de verdade, me esculpiram. Conforme meu desejo e meu destino, prepararam o meu corpo e minha alma — só pra te encontrar. Agora cabe a você completar esta obra de arte romântica...

4 comentários:

Edson Marques disse...

E a vida.

Vou agora fazer um café, com água benta, e dar bananas aos azulões.

http://mude.blogspot.com.br/2013/03/amores-anteriores.html

Edson Marques disse...

São os amores que deixam as pessoas amáveis. Quem não tem muitos, será pouco.

Tomando café, deliciosamente, ao lado dos pezinhos de lírio. E me preparando para ir a Atibaia, SP.

Também deliciosamente.

É a vida, em todos os Sentidos.

Edson Marques disse...

Acabo de voltar de Arujá(*). Na volta passamos pela Trattotia Del Michele, na Rua Turiassú, Perdizes. Um delicioso spaghetti com vinho italiano, e um papo saudoso com André. O quadro com minha poesia continua lá na parede do restaurante, desde 1997.

Experimente a comida de lá. E o ambiente. Você vai adorar...

Flores!


(*)No comentário anterior eu havia dito Atibaia, mas era Arujá.

Edson Marques disse...

Cuidado,
sou todo delicado,
sou feito de vidro,
posso até me quebrar...

Pensei agora este complemento ao texto de hoje.



Acabei de comer 1/4 de ameixa, um copo de suco de tangerina e duas batatinhas fritas. E estou à espera da paella que publiquei no Facebook há cerca de meia hora. Enquanto isso, verei um filme: Isenhart.


Hoje Joyce Ann ainda não me ligou. Está no Rio. UMDVS!