17.1.13

olhos de poeta


8 comentários:

Edson Marques disse...

Os olhos de um poeta são sempre livres e amantes do que também é.

http://mude.blogspot.com.br/2013/01/olhos-de-poeta.html



A vida é livre. A morte, não.

!

sonia k. disse...

Não me apetece pensar sobre a morte, mas acho que ela é livre o suficiente pra engolir a vida sem aviso prévio.
A vida é livre, mas à medida em que se vai conseguindo libertar-se das amarras que costumam envolvê-la. E perde a liberdade quando o desembocar é tão somente a morte.
Acho que estou meio tétrica hoje rs

Suzi disse...

Boa tarde Edson! O mesmo à todos!

Olhar. Olhares... suspiros...

Diálogo ou monólogo sem uma palavra sequer, ou todas de uma só vez!

É o meu egoísmo confesso: ser objeto dos olhos do meu amor. Nos assuntos desta prosa, nada existe que se compare.

Amo muito ser agente. Amo muito mais ser paciente.

Um dia, olharia a tudo, aquilo a que talvez, tivesse direito, com paciência amorosa e a paciente atividade.

“Não obrigada, só estou olhando...” Rs...

“Estou olhando sim, e daí? Olhar não tira pedaços!” Rs...

Edson, que lindo isso, você até parece um poeta!Rs... Beijos.

Lisa libanesa disse...

Poeta...

A vida é mais do que livre, porém se torna encarcerada, quando alguma coisa a segura para não poder ir para frente e para o alto...Ninguém é dono dela... nem eu nem você, nem ninguém...Somos livres até certo ponto, mas Deus é nosso Pai...e só Ele sabe , quando e quanto tempo temos, para que nossos olhos possam ver a beleza da natureza em todos os sentidos, que Ele nos presenteou....Somos aquilo que Ele quer que sejamos...as duas mãos de Deus, nos amparam até que nossos olhos consigam ver além da linha do horizonte...Há tempo para tudo... tempo de chorar,tempo de rir, tempo de festejar, tempo de amar... enfim... estamos à mercê das ordens de Deus Pai....Não pense mais em nada a não ser em você...
Viva todas as horas do seu dia, satisfazendo às suas vontades... aos seus desejo....Faça o que desejar,cante... dance,durma.... mas se esforce para engolir o fel que todos nós engolimos .Faça desse fel, um mel!!!


Fica bem...
Deus está protegendo você!


Lisa

Linda Fernandes disse...

Olá !
Pela extensão do comentário não sei se percebi bem o que quis dizer, mas penso que tenha a ver com a autoria do poema que publiquei e que queira saber de onde é que o encontrei. Encontrei-o num site social/blog que se chama Tumblr. É um site onde publicamos imagens e textos, e foi lá que o encontrei, aqui : http://versificar.tumblr.com/post/38182738326/troque-novamente-mude-de-novo-experimente-outra

Por acaso estava lá , como autoria , Pedro Bial.

Peço desculpa por ter copiado o poema e não ter posto a autoria mas pensei que não houvesse mal. Mas obrigada por me ter avisado e desculpe mais uma vez.

Fique bem :)

Edson Marques disse...

A vida é livre. A morte, não. Porque a vida, para existir, não depende da existência da morte. Mas a morte, só existe se a vida se for.
Acho que é isso.
Por enquanto.

Edson Marques disse...

Eu não sou só abençoado: sou também abençoante.


Mas não sou pastor da Universal... rs!

Suzi disse...

A sua benção, Edson!