4.12.12

suzana patricia 2

Eu me apaixonei pelas duas — ao mesmo tempo. Porém, enquanto Patrícia desejava "o melhor" para mim, Suzana só queria que eu continuasse sendo o poeta louco, exagerado e bailarino que sempre fui. Eu, de minha parte, que nunca tive mesmo a pretensão de ser indispensável, só queria era fluir. Fluir e voar, enquanto ainda houvesse ventos de liberdade soprando sobre mim. Enquanto eu ainda tivesse meia dúzia de asas saudáveis e esta vontade inabalável de ser livre.
Patrícia, por uns tempos, foi o meu maior amor, em quase todos os sentidos. Suzana, também. Por isso, dediquei a elas tudo o que fiz de melhor naquela fase da minha vida.
Eu as amava, mesmo!
Era sincero quando lhes dizia, a cada uma, "eu te amo". E também sincero nos momentos em que só pude amá-las em silêncio profundo porque estava, respeitosamente, com outras.
Corria o ano de 1999.
O século 20 estava virando de ponta-cabeça.
E a Vida, ali — como doce Tentação — me convidando pra dançar.

Como todo mundo que busca crescimento espiritual, eu tenho dois lados: o sério e o gostoso. Patrícia, é claro, queria o primeiro. Suzana — o gostoso. Patrícia queria, primeiro, o eterno, o estável, o mais tarde. E Suzana queria, primeiro, o segundo, o momento — o agora! Patrícia queria o marido. Suzana, o poeta. Patrícia, como já disse, era sensualíssima, mas Suzana tinha a inocência mágica dos 17. Enquanto Patrícia adorava o burguês que morava no meu corpo, e me cobria de roupas, perfumes e presentes, Suzana só me descobria. Adorava o meu lado maluco, segurava minhas mãos como se me pegasse todo, e dizia, olho no olho, sorrindo, encantada:
Viva a vida, Edson — nos três sentidos!
Patrícia queria certezas; Suzana me jogava no abismo.
Patrícia significava segurança, estabilidade.
Mas Suzana quer dizer Aventura!
Durou quase dois anos esse nosso delicioso triângulo de vertigens. E foi só quando chegamos ao pico é que tive de optar com veemência. Porque, de Patrícia, eu tinha que me salvar correndo, para enfim poder viver. E de Suzana, eu só queria ter belíssimas lembranças...
Além disso, ambas também precisavam salvar-se de mim.
Então, saltei.
De cabeça, no coração da Vida.

21 comentários:

Edson Marques disse...

Essa história continua.
Aliás, todas as histórias continuam.
É a vida.

http://mude.blogspot.com.br/2012/12/suzana-patricia-2.html

sonia kahawach disse...

Meus bem te vis responderam daqui aos chamados dos seus. E as cigarras já começaram sua algazarra que se estenderá até final da tarde.
Sabe, estava pensando, acho que algumas pessoas nascem com um componente a mais na corrente sanguínea que poderíamos chamar de...amor.
Não é algo que se instala em todos, só em alguns poucos. Daí a condição de conseguir amar e de verdade, mais de uma pessoa ao mesmo tempo. E é amor profundo, louco, desenfreado, até segunda ordem. Esses, talvez privilegiados (não sei se é o adjetivo certo), não conseguem pensar em eternidade ou naquela colocação "para sempre". Nada errado. É composição nata. Só são pessoas que não assinam "jamais", "pra sempre", "nunca mais". E também são só palavras criadas no vocabulário pois não existem mesmo na realidade. Só um cuidado especial: não deixar machucar as asas nos voos mais altos.

Edson Marques disse...

A composição atômica dos ventos não contém elementos capazes de machucar as asas.

Pensei nisso agora, Sonia, ao ler teu comentário. Teu adorável comentário. Ainda estou tomando café. O terceiro ou quarto meio copo. E escrevendo. E pensando na Vida e nos meus amores. Entre os quais começo a te incluir...

Flores!

sonia kahawach disse...

Na minha alta modéstia (rsrs), pelas semelhanças que se mostram, o amor já está incluso reciprocamente.
Tenha um lindo dia.

Suzi disse...

Sonia, bom dia! (Edson, bom dia para você também, agora, com licensa, por favor, obrigada!rs)Sonia, aposto que você tem um sorriso doce. Muito legal sentir este seu açúcar aqui, adoçando as estripulias do Edson.Dou sempre uma lambidinha...

sonia kahawach disse...

Bom dia, Suzi! O doce sorriso se transformou em riso com o que v. disse. As estripulias do Edson são só a amostra de quem vive e deixa viver e isto é algo raro nas pessoas e deveria ser uma máxima, não acha? E fique à vontade pras suas lambidinhas rsrs
Beijos

Bandys disse...

Ola´poeta,

A vida sempre esta em movimento, nos convidando a dançar,, e as vezes dançar.

Saudade sua, Sol, e Marilis.

beijos e sopros de vida

Anônimo disse...

Gênio!!!

Edson Marques disse...

Hoje só vou completar o texto de ontem. Volto mais tarde, depois do café que estou tomando, e das maravilhas amorosas desta noite que ainda não terminou: cheguei agora.
É a vida!

sonia kahawach disse...

V. quer dizer "a sua vida", né
não, felizardo!!! rsrs
Tenha um lindo dia. Até melhor que a noite se for possível.

Suzi disse...

Vide Sonia, com itálico, negrito e sublinhado, onde se vê aspas. Dia lindão pá todo mundo!

Edson Marques disse...

Sim, dia lindo, noite perfeita.
Sonhamos.
Sonharemos mais ainda.

Flores para todos nós, Sonia, Suzi e Bandys!

VIDA E LIBERDADE disse...

e eu?
Pôxa.....

Mesmo que me excluam, continuo a amar!

Edson Marques disse...

Marilis,

Neste quadro em que respondi, não havia comentário teu. Por isso a falta de citação do teu nome. Mas você continua com todo o prestígio por aqui.

Flores...

Gabriel disse...

Agradeço imensamente...poeta...
Você é mesmo um amor de pessoa!
Sempre muito gentil....

Se tenho prestígio no Mude, já me basta...rs

Sabe por que?
Isso aqui é minha vida....
Adoro ler até suas vírgulas!
As pessoas que te seguem, são pessoas maravilhosas, dígnas da minha admiração...são ótimas e carinhosas...
Não as conheço mas continuo achando sempre que pelo menos a alma das pessoas(para mim sempre mais importante) eu posso conhecer e aplaudir....
Sonia, Suzi ,Bandys...já fazem parte do meu dia a dia...e já tem um lugar no meu coração....além de outras pessoas que aqui conheci e que hoje continuam minhas amigas....muito queridas....

Nesta madrugada de festa, envio um beijo e milhares de flores.....deixo aqui neste blog adorável!

sonia kahawach disse...

Apesar de ter saído Gabriel, acho que é Marilis e, se não estiver muito enganada, a Loura Libanesa... Sinta-se acarinhada sempre como parte deste blog tão rico e amado por todos. As pessoas, mesmo virtuais, vão entrando e fazendo parte da vida da gente e...de repente, ampliamos nosso amor e ele vai ficando quase coletivo.
Carinhos pra você nessas suas noites insones.

Suzi disse...

É isso aí turma! Mais um pouco e fazemos um fórum bem aqui e, até convidamos o Edson...rs rs rs... Bincadela, bincadela Edson... Lembre-se: você nunca se exalta! Ohmmmmmmmmm...

sonia kahawach disse...

Pequena Suzi, no meu conceito, tudo isso aqui já tem sido um fórum. Sem pretensões de um documento final, mas um púlpito para expor idéias e derramar sentimentos. O Edson fica só na coordenação e na instigação que já é um grande trabalho.

Suzi disse...

O rapaz é instigante mesmo. Adoraria sabê-lo instigado e intrigado. Sonia, eu é que sou a bruxa daqui, como é que você sabe que tenho apenas 1,64 m? Rs rs... Ah! Oi Edson, o que tá rolando? Você vem sempre aqui?

Edson Marques disse...

Venho. Às vezes, até de madrugada, como agora, em que os passarinhos ainda nem acordaram. Nem vocês, do "fórum", certamente...
Em Brasília, são 5 e 19.
Flores para todos nós!

facesdaalma disse...

Encantador e envolvente triangulo amoroso. Um texto leve e ao mesmo tempo lúdico, gostoso de ler. Que nos instiga á querer ler a continuação dessa envolvente história .Afinal a vida é uma eterna continuação..
Adorei Suzana e Patricia e até concordo entre o céu e o inferno é difícil escolher rsrsrsrs