1.12.12

salto profundo

Eu te convido a saltar comigo. Ou sem mim — tanto faz.

7 comentários:

Edson Marques disse...

Mas também sei que nem todos terão esse tipo de coragem — antes de morrer...

http://mude.blogspot.com.br/2012/12/salto-profundo.html

É a vida.

sonia kahawach disse...

Antes de morrer ainda quero ter coragem pra tanta coisa, querido... "Saltar fundo", quem sabe mais uma vez, não é?Mas tenho de observar que ser poeta não é "apenas" e tem de ser levado muito a sério sim!
Sem os poetas e brilhantes como você, o mundo ficaria muito pequeno e sem tempero.
Linda noite pra você.

Suzi disse...

Imodestas e marotas aspas debochadas. Ai ai ai...

Edson Marques disse...

Sonia,
Quem quer ter a coragem, já a tem, em potencial. Basta expressá-la.
Suponho.
E também suponho que é o teu caso.
E o "apenas", antes de poeta, não é um diminutivo desqualificador: é uma demonstração de foco iluminante... rs!

Flores, e um café!

Edson Marques disse...

Suzi,
Agradeço o puxãozinho de orelhas... rs!
Mas jamais serão "debochadas" as minhas (i) modéstias. Aliás, eu tenho duas coisas enormes: uma delas é a modéstia.

Flores.
E um café também.

Suzi disse...

Boa noite. Vou te deixar na mão. Comi sua isca, devolvo o anzol vazio. Ou, sem tréplica. Nem deduzir, nem perguntar. No mínimo, o maroto se confirma. Delícia! Imagino. Grata pelo café e flores, gentil.
Retribuo com flores (também, sempre), versos (idem) e vinho (vichi!).

VIDA E LIBERDADE disse...

Há momentos que é melhor ficar com a boca ou fechada ou colocar muita água nela...
Meus sinceros desejos ( e você já sabe como sou sincera....) de uma doce noite, poeta...Lindo!

Beijos....

te amo!!!