31.12.12

escrevo ao lado de Nietzsche


Tem dias em que eu escrevo ao lado de Nietzsche. Rabisco todos os seus livros, escrevo em suas partes brancas, discuto muito com ele, reformulo algumas coisas que ele diz. Mas também o elogio, quase sempre... Afinal, nós três nos entendemos!

8 comentários:

Edson Marques disse...

Tem dias que eu escreo ao lado de Nietzsche...

bandys disse...

Tem dias que escrevo com a mão de deus.

Super 2013.

Beijos e tudo de mais lindo nos seus dias.

Hoje acariciei uma flor,
Lembrei imediatamente de vc.

Suzi disse...


Edson, Sonia e todos os outros amigos do Edson, incluo também o (a) Sr. Anônimo (a),

Queiramos alguns, ou não, a passagem de ano é um evento.
Evento, que ninguém passa por ele, incólume, mesmo que despreze os tais rituais.

Alguma reflexão, por mais meteórica que seja, passa por nossas cabeças. Todos, sem exceção, e de acordo com seu entendimento do mundo. Algumas inquietações sempre vão nos aporrinhar.

Maus hábitos, hesitação, traumas de infância, perdas, enfim... Sempre haverá o que mudar.

Mudar, no sentido de melhorar enquanto ser de Deus. No sentido do auto-aperfeiçoamento.

O Edson diz MUDE!

Eu digo: Escolha!

Escolheu? Agora, resta apenas algo a se fazer. Ser coerente.
Até entendo a escolha “em cima do muro”, com a coerência de argumentos, ponderação e hesitação.

Li algo na internet que pode ilustrar bem o que quero dizer, não me lembro muito bem das palavras, mas o sentido era esse.. “Você está se sentindo mal, alguma coisa o incomoda. Então, por que fica aí? Por que não muda?

Você não é uma árvore, não está plantado. Pode se mover. Mova-se então!

Escolhas. Verdadeiras escolhas. Como seria tudo melhor para mim? O que devo fazer?

Fácil? Nada nesta vida é fácil. E o certo e reto disto:

TODA ESCOLHA TEM SEU PREÇO. TODAS!

continua...

Suzi disse...

Tem seu preço ficar aí, no conforto sabido da sua vida ferrada, enchendo o saco de todo mundo, esfregando a sua infelicidade na felicidade alheia!

Tem seu preço, arriscar a mudança, o primeiro passo, ousar, pagar para ver o que tem do outro lado.

Tem seu preço, passar das palavras bonitas, do aplauso, que moram em papéis, em PPSs e no automático de muitas bocas para a mínima ação.

Lembrando o tal clichê das pirâmides. Já veio pronta, num kit? Não. Primeiro tijolo... Segundo...

É difícil, sim. Ninguém aqui está falando em poção mágica ou coisa que o valha.

Mas se o vivente de Deus não tentar, nunca saberá.
Vai continuar carregando sua angústia no colo, feito bebê obeso, e exibindo o monstrinho para todos – muito triste! – e pior, alimentando a coisa, que vai pesar, vai cansar, vai apagar, vai te matar em vida.

Uma pequena sugestão, de alguém que engatinha na vida, abra os caminhos. Problemas foram feitos para serem resolvidos. Não consegue sozinho? Busque ajuda. Fale. Olhe para o lado, tem gente muito mais ferrada que você dando tapas na tua cara, optando pela superação. Ao contrário de muitos de nós.

Faça como o macaco, então. Aprenda pelo exemplo. Bem sei que experiências não se transferem. Mas, por Deus, como aprendo coisas em ser observadora...

A tua auto-estima é que vai engordar, e não as angústias, inquietações e problemas obesos.

continua...

Suzi disse...

Duas coisas, que são suportes desta primeira, atitude e coerência.

Pelo amor do Bom Deus, seja coerente nas tuas escolhas.

Ficou, foi, ficou em cima do muro? Teu direito. Mas seja coerente com o que pensa, diz e faz!

Isto, mais que um respeito ao próximo, é um respeito a si mesmo.

Para você, a pessoa mais importante do mundo todo tem que ser VOCÊ!

VOCÊ É ÚNICO E SEM IGUAL, COM TODAS AS SUAS DORES E ALEGRIAS.

E você, esta porção de matéria, mente, alma e “coração” é obra de Deus e não tem o direito de depredá-la. Tem a obrigação divina, de preservar-se, adorar-ser e cuidar-se.

Você é o zelador deste patrimônio.

Em assim fazendo, o seu derredor será outro. Eu juro por Deus!

Que neste Novo Ano que chega, muitos que carregam cargas pesadas e inúteis consigam dar o destino certo a “estes bebês obesos”! Podem começar parando de hiperalimentar o trastinho!

Um brinde a tantas possibilidades, que nem precisam de Ano Novo para se fazer, estão aí, todos os dias do ano, ao acordarmos pela manhã.

Quero em particular agradecer a troca de mensagens, saio deste ano, muito mais rica.

Carinhosos abraço e beijo.

Obrigada!

Tim tim... Salute... Auguri!

Suzi Amaral, a tal que não tem igual!

Ah! Professor Edson, te juro de pés juntos que vou melhorar meu português. Não prometo nível de excelência, erros vão aparecer – e o gostinho de você me zoar, não vou te tirar – mas alguma diferença vai aparecer.

Ler mais. Vou fazer isso.

Edson Marques disse...

Suzi,

Você disse tudo. E tudo irretocável, sublime, certeiro, cortante! Tanto na forma quanto no sentido.

Gostei demais!

Flores.

sonia k. disse...

Pequena grande Suzi, falar o que depois de tudo colocado?

Costumo dizer feliz ano novo no dia do aniversário de meus amigos, pois considero que cada um de nós iniciou naquela data festiva.

Tudo que v. colocou com tanta categoria e sentimento, é válido mesmo pra todos os dias do ano, independente de calendários estabelecidos. Vou reproduzir aqui o que escrevi há dias atrás para leitura de amigos:

Se pensarmos o final de ano com outros olhos que não só aqueles que vêem festinhas, sorrisos amarelos nas tais confraternizações de empresas (acho muito chato! e já participei de muitas), fazer coisas diferentes do tradicional criam um prazer enorme em nossas vidas. Renovar seu ambiente onde mora ou trabalha, renovar seus caminhos, promover novos amigos, renovar a VIDA dentro de você, é como nascer de novo. Não adianta comprar agenda nova e ali relacionar suas pretensões para os novos meses. Geralmente essas relações ficam até esquecidas nas primeira páginas. Tudo passa muito rápido… então comece a viver de verdade em cada pequeno gesto que trouxer de dentro de sua alma. A cada dia tenha um gesto de carinho e ternura por você e isto se expandirá ao seu redor. Então se quiser anotar na agenda, todos os dias coloque: hoje eu me proponho a……. E cumpra! A felicidade nasce de dentro pra fora e não ao contrário. FELIZ NOVO ANO!

Perdoe Edson por ocupar tanto seu espaço.

Tim..tim... Suzi e você estará no meu coração juntamente com os mais amados amigos.

Erica Santos disse...

Feliz ano novo!

Muito sucesso!

Super Beijo! ♥

dociiencanto.blogspot.com.br/