17.12.12

enquanto o trem

Enquanto estiver gostoso, fiquem. Enquanto a relação for maravilhosa, permaneçam. Porém, quando os olhares do teu amor já não mais tiverem aquele brilho escandaloso — decidam-se pela salvação. Quando já não se tem paixão arrebatadora numa relação pessoal, melhor saltar enquanto o trem ainda não descarrilou. Enquanto a vida ainda não despencou no abismo... Salvem-se!

11 comentários:

Edson Marques disse...

Eu sei que às vezes eu chovo no molhado, mas...

É a vida!

http://mude.blogspot.com.br/2012/12/enquanto-o-trem.html

sonia k. disse...

Bom dia! Chover no molhado é como está aqui. Desde ontem a tarde aquela chuvinha lerda que, de vez em quando, dá uma de serelepe e despenca mais um pouco. Deixou até os passarinhos tímidos e recolhidos. Depois de tanta seca, quem está adorando são minhas plantinhas. Só não gosto da tiririca que parece crescer 5cm por dia de chuva, enfeiando meu jardim lá da frente, cobrindo minha hortênsia e umas florzinhas do campo que gosto.
Acho que já falei tudo sobre saltos e relações maravilhosas e que um dia murcham sabe-se lá porque ou ainda se vão junto com o que as provocou.
Tenha um lindo dia com carinhos e gotas mansas.

Suzi disse...

Edson, bom dia!
Sabe lá você o que é vir aqui? É, sair do caos, e apesar do caos que erra no mundo, fazer a necessária refeição. Arroz, feijão...? Não, poesia. Como você bem disse, ficar somente enquanto estiver bom. Afeto e carinho. Se não... Um retiro planejado e estratégico para o novo. Falando em olhares, meu pequeno egoísmo, sentir prazer nUM olhar me olhando. Ah! Você está chovendo no molhado, é? Rs.. Chuva! Meteorologia ou profecia. Músicas que cantam a chuva estão se mixando em minha mente. Profecia: energia das palavras. Acautela-te, ó humano! E, voltei “ignorante”, fome ignorante, sede ignorante, alegria de ser, ignorante! E adorando abraços ignorantes. E aí, vai me abraçar?

Rosângela Cunha disse...

Sempre formidável e maravilhoso, meu poeta é o mais incrível e mais livre do mundo, adoro! Você sabe, "para onde vou", te levo comigo, por que se eu não "te levar", eu não vou. Beijos!

Angelica Chiqueto disse...

Nossa, pra mim isso ainda é difícil.
Toda vez que penso em saltar do trem em movimento, me vem a cabeça os machucados que ficaram por causa da queda, mas também penso que não quero morrer em vida! Confusa...
Mas, é a vida...acho!

Edson Marques disse...

Que delícia de visitantes!
Volto depois...
Flores!

VIDA E LIBERDADE disse...

Venho aqui, me fortalecer....Pode ser de madrugada, de manhãzinha, à tardinha ou à noitinha...mas você , poeta... não me sai do pensamento o dia todo...
Cada coisa que vou fazer suas frases me alertam seu carinho, me envolve... sua presença seja onde for é forte ,gostosa e formidável...Você já me conhece bem e sabe que falo mesmo o que sinto...e adoro ser como sou...principalmente quando falo sobre você, à quem não o conhece ainda...

Meu poeta é meu gurú, meu deus grego....minha poesia , um doce...um sonho...um presente....


Beijos.....

flores, e um lindo arco iris...

sonia k. disse...

Nooossssa!! Vida e Liberdade hoje lavou a alma e soltou o verbo rsrsrs Elevou o ego do amigo até os céus.
Carinhos para os dois neste fim de tarde ainda molhado por aqui.

VIDA E LIBERDADE disse...

Soninha, bom dia...flor do dia!!!
Aqui eu me sinto em casa, pois a mil anos frequento este canto maravilhoso...o poeta me deixa à vontade, bem como todos aqueles que chegam aqui... concorda comigo não é?
Vim aqui hoje deixar um café esperto e bem cheiroso, ao poeta e suas visitas maravilhosas...
Está aqui nesta bandeja e vou deixar também o mais belo botão de rosa que colhi agora do meu jardim...
A todos um abraço gostoso....e um beijo...

sonia k. disse...

Bom dia! Já que disse que era pra todos,biquei o café, um cheirinho na rosa e estou indo... o dia me espera.
Bjs

Edson Marques disse...

Faço minhas as palavras de todas vocês, misturo-me nesse caldeirão de gostosuras, nos abraçamos amorosamente, deliciosamente, demoradamente. Entre vinhos, flores e estrelas...

Tudo em nome da poesia!

Sempre.