7.11.12

meus olhos

Meus olhos vivem buscando uma bela e gostosa imagem para apresentá-la ao meu coração. Se meu coração for convencido da beleza e da gostosura dessa imagem, ele faz soar o sino mágico do meu desejo — imediatamente. A partir daí, já não é mais comigo... Meu coração é livre, autônomo — Senhor de Mim. E se ele se apaixonar pela imagem bela que meus olhos trazem, como poderei eu dizer "não"?

5 comentários:

Edson Marques disse...

Já no meu bercinho, no colo da minha Mãe.

http://mude.blogspot.com.br/2012/11/meus-olhos.html

sonia kahawach disse...

Espero que seus olhos captem a imagem que imagina. Tenho sentido falta de sua participação aqui. Como é bom o berço no colinho... Esse colinho faz falta pelo decorrer de toda a vida.
Carinhos pelo dia...

Ana Carla disse...

Como?

Edson Marques disse...

Pois, é, Sonia: meus olhos (suponho) nunca vão se cansar de procurar imagens, pois meu coração indica sempre uma diversidade impressionante, o que torna-lhes a tarefa mais fácil. O duro seria se eu (ou meu coração) lhes desse um modelito único... rs! Posto que assim, seria tão difícil como encontrar a mesma agulha em dois palheiros diferentes, simultaneamente.

Carinhosamente, flores...

Edson Marques disse...

Sim, Ana Carla: é isso mesmo que eu disse... rs!

Flores.