1.11.12

espirito x materia

Quando minha vó Vitalina tentava me explicar por que o espírito era diferente da matéria, e melhor, mais puro, eu, na inocência crítica dos meus oito anos, lhe perguntava: — Vó, se o espírito é mesmo melhor que a matéria, então por que Deus usou matéria pra fazer o mundo?
Criança faz cada pergunta, não?!
Mas hoje eu vejo que tem matéria excelente.
Até nos blogs...
Sem falar daquela outra, ali — deitada na areia — de biquini
azul clarinho e olhar profundo!

11 comentários:

Edson Marques disse...

Hoje eu acabei fazendo café fraco e bem docinho, como minha Vó gostava. Só que ela tomava no bico do bule, e eu nem bule tenho... rs!
Mas o bule azulzinho, de ágata, era só dela. Para os outros havia um segundo bule, também de ágata, mas maior e verde escuro. Ambos ficavam na chapa, limpíssima, do fogão de lenha...
Saudades da minha Vó.

http://mude.blogspot.com.br/2012/11/espirito-x-materia.html

Edson Marques disse...

Estou estudando o Espírito, do ponto de vista da filosofia, da psicologia, da lógica, da religião comparada e, ultimamente, também da física. E tenho chegado a conclusões interessantes. Meu atual conceito é que o Espírito envolve o corpo — e não o contrário. E que o espírito pode ser atômico. Molecular. Ou, talvez, algo que chamo (provisoriamente) de constante intratômica.

Depois falo mais a respeito.

Penelope Wells disse...

Penelope Wells disse...
Joyce Ann existe ou é uma ficção? Por mais que você cultive a liberdade, parece-me estar muito preso a esta musa.
Uma guirlanda de estrelas...
Penelope Wells

Keila Abreu disse...

Oi, Edson!
Não sei se já comentei, embora eu me lembre de já ter lido sobre esses seus estudos, mas eu li um livro chamado "Mãos de Luz" de Barbar Ann Brennan. Ela menciona sete camadas espirituais fora do corpo físico. Uma camada para cada um dos chacras. Mas menciona que há mais camadas.
Achei isso bem interessante e também pertinente com o seu comentário acima...
Um abraço!

Edson Marques disse...

Toda musa de um poeta libertário — se for ciumenta — sofre demais!

Edson Marques disse...

Keila,

Acredito em algo semelhante ao que se costuma dizer sobre "Mãos de Luz". Embora nunca tenha lido nada de Barbara Ann, eu mesmo já tive experiências próprias com tais fatos. Maravilhosas experiências. Descrevo-as no livro Teoria do Acaso (ainda não lançado).

Flores...

Edson Marques disse...

"Penelope Wells",

Joyce Ann existe, realmente. Mora no Guarujá e jantaremos juntos hoje. Mas essa menina "de biquini azul clarinho" a que hoje me refiro, não é ela. Era uma até então desconhecida...

Mas Joyce Ann não é ciumenta. Ela já ultrapassou esse tipo de barreira emocional... rs!

Flores!

Virgínia Viana disse...

Esse lance de praticar o desapego, não é fácil meu caro, queria conseguir mudar isso em mim, dê dicas poeta, seriam valiosas essas dicas, um norte de como começar a trabalhar algo tão importante que tem o poder de nos fazer sofrer menos.

Bandys disse...

Meu muso,

Bom feriado com muita liberdade e Bons papos..

Beijos

Flores

Mato

Ana Carla disse...

Hehehe... (risadinha safada) Aproveite a paisagem de biquinis, o jantar em boa companhia, e o feriado de ócio produtivo. Beijo!

iara vilella disse...

Edson, sou uma estudiosa do espiritismo e posso te falar que o processo reencarnatório começa antes da gravidez e é complexo e o espírito desce níveis até acoplar ao ôvo e desenvolver com ele até o processo do nascimento, quando então, inicia uma nova etapa evolutiva dentro da célula família. Se quiser papear fale comigo. Gosto muito do tema.
Abraço.
iara.