28.10.12

amor imortal

Todo amor que deixamos no Pico se torna imortal.

6 comentários:

Edson Marques disse...

Na minha vida, os exemplos são muitos. Mas é preciso ter desapego e coragem para tomar esse tipo de decisão. Aliás, tenho a impressão de que as pessoas desapegadas e corajosas, por definição, acabam escolhendo apenas amores que já são, em si mesmos, essencialmente imortais... E é talvez por isso que as relações assim dão certo.

Vou pensar mais a respeito.

Edson Marques disse...

Os fortes não escolhem amores fracos.

Virgínia Viana disse...

Trabalhando constantemente o desapego... cansei de ser compreensiva, homens precisam ser corajosos, precisam ser homens, apenas isso e só aceito amores que valem a pena serem vividos, podem ser conquistadores e não quererem nada mais a fundo mas merecem pela coragem que muitos "bons rapazes não tem", que preguiça deles, agora me recuso a querê-los, eles não merecem nenhuma intensidade, pois não tem nenhuma a oferecer. ...... desculpe pelo breve desabafo em teu post caro Edson.. rs não resisti..

anita sereno disse...

ola boa tarde
obrigada pela visita ao meu blog e pela sua amizade...
seu poste esta muito bem escrito
o desleixo de muitos conjugais é deixar chegar a ruptura uma relação sem se darem fé ou o por que de tudo ter chegado ao fim? ( o dialgo) falta de intrce a solidão o medo de falar não ter confiança não saber perdoar não se doar como a pessoa a falta de carinho tudo isso são factores que leva o que pode se chamar de ruptura numa relação acabando mesmo por deixar a mulher ou mesmo o homem muitas vezes sem mais confiança para o próximo passo beijos e uma semana serena

sonia kahawach disse...

Pelo seu conceito, concluo que sempre fui desapegada e corajosa. O amor em si é imortal na vibração, essência e na eterna lembrança.
Carinhos

VIDA E LIBERDADE disse...

Faço das palavras de Virgínia Viana, as minhas palavras....
Concordo plenamente com ela...


flores e vinho, poeta!