13.9.12

regador

Você quer ter um jardim de amores? Então, comece comprando um regador.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Estou tomando café, ao lado dos pezinhos de lírio, onde os sanhaços aprecem de vez em quando, ariscos, para comer a banana e o mamão que lhes dou. Enquanto isso, pensei em publicar este texto:

O coração tem que ser livre, mas não livre como um táxi — que só está livre quando está vazio. Não me refiro a um coração vazio. Um coração vazio é uma coisa muito triste... O que proponho, sinceramente, é que teu coração deve ser livre como um jardim: quanto mais flores você nele plantar, mais bonito ele fica. Basta que nenhuma delas seja carnívora, que nenhuma seja violenta, exclusivista, ciumenta ou possessiva. Basta que todas as flores convivam entre si, em harmonia, e que você ame todas elas incondicionalmente, sem apego e sem pressões. Teu coração tem que ser livre como um jardim.

Mas, talvez não. Acho que vou continuar tomando café. Que fiz com água benta e adocei com açúcar cristal.

Edson Marques disse...

O link de hoje é este: http://mude.blogspot.com.br/2012/09/regador.html

Continuo pensando em escrever um livro cujo título será: "Todos nós precisamos de um Sr. Schlikamnn". Afinal, até Jesus teve o seu tesoureiro... rs!

Ana Carla disse...

O regador é imprescindível. Mas um canteirinho de terra pra começar também é importante!