9.9.12

o artista e o poeta

O poeta, o artista e o filósofo; o trapezista, o escritor, o aventureiro; o amante, a bailarina e o palhaço — nossa função é subir à tona, saltar barreiras, desbravar caminhos, quebrar os ícones da moral conservadora, defender a liberdade absoluta, amar demais, criar conceitos, mudar o mundo, viver a mil... O professor, o cientista, o cantor e o libertário, o estudante, o anarquista e o profeta — todos os que já deixamos o rebanho e saltamos profundo — nós somos a vanguarda da História. Vivemos arriscando a própria Vida, só para salvá-la. E temos que ser loucos e alegres, porque não podemos jamais ser outra coisa.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Republicando, alterado. Original do meu livro Solidão a Mil.
http://mude.blogspot.com.br/2012/09/o-artista-e-o-poeta.html
É a vida!

Ana Carla disse...

Somos um pouco de cada um deles (poeta, professor, artista, estudante) sempre, pela Vida afora. Arriscando, alegres, porque quem não arrisca, não petisca, hehe... Beijo!

VIDA E LIBERDADE disse...

Somos aquilo que no momento nos surge, não deixando que nos escapem afinal de contas somos desbravadores da nossa própria vida....


beijos