10.6.12

a voz de deus

Mas a voz de Deus que eu ouço agora vem de Mim, é claro. Meu coração é que se abre como fosse uma boca, vermelha, escandalosa — e me conta coisas, segredos, me conta tudo. Tem dias que a voz de Deus me excita, mas tem dias que só me conta histórias, me acalenta, e faz ninar. Tem dias que ela grita comigo, mas tem dias que só sussurra. Neste momento, único e poético, ouço-lhe o sussurro quase erótico, dizendo entre sorrisos e batons: Te amo, meu Amor...

3 comentários:

Edson Marques disse...

O original, escrito hoje de manhã, é este:

Mas a voz de Deus que eu ouço agora vem de Mim, é claro. Meu coração é que se abre como fosse uma boca, vermelha, escandalosa — e me conta coisas, segredos, me conta tudo. Tem dias que a voz de Deus me excita, mas tem dias que só me conta histórias, me acalenta, e faz ninar. Tem dias que ela grita comigo, mas tem dias que só sussurra. Neste momento, único e poético, ouço-lhe o sussurro quase erótico, dizendo entre sorrisos e batons: Te amo, meu Amor...


Talvez eu ainda o modifique, mais tarde. Antes, vou preparar o espírito para um almoço divino.

É a vida.

Edson Marques disse...

Estou escrevendo "Meu Conceito de Deus".
O link pode ser pego no texto acima, ou na coluna da direita deste blog.

Entre flores e estrelas.
E café com água benta.

VIDA E LIBERDADE disse...

Só conheço uma pessoa que escreve como você....e chama a atenção de todos quanto o leem....

Essa pessoa é você....pois você é o único!!!

beijos e que a madrugada seja bem gostosa!